O que fazer se você for do grupo de risco ou estiver com Covid-19 no dia do ENEM? O CEV Vestibulares lhe diz!
  segunda, 28/12/2020, às 08:12

O que fazer se você for do grupo de risco ou estiver com Covid-19 no dia do ENEM? O CEV Vestibulares lhe diz!

Atenção, vestibulando! Se você pertencer ao grupo de risco no que se refere à Covid-19 é recomendável que você solicite uma sala com número bem reduzido de candidatos (por conta da pandemia desencadeada pela proliferação do novo coronavírus já haveria uma redução natural do número de candidatos por sala; contudo, nesses casos, essa redução deverá ser ainda maior). Para tanto você precisará entrar em contato com a central de atendimento – até 10 dias antes do início do ENEM – através do número 0800 616161.

Já se você estiver com Covid-19 no dia do ENEM deverá solicitar uma reaplicação do mesmo. Vale ressaltar que pessoas acometidas por outras doenças infectocontagiosas também podem requerer tal benefício, a saber: Difteria, Influenza, Coqueluche, Doença Invasiva por Haemophilus, Doença Meningocócica (e outras meningites), Varíola, Influenza A e B, Poliomielite por poliovírus selvagem, Sarampo, Rubéola e Varicela.

Saiba como agir

No caso de você estar com Covid-19 ou com alguma das doenças citadas acima, você deverá acessar a Página do Participante (até um dia antes do ENEM). Lá você deverá anexar um documento legível (laudo médico) que comprove a existência da enfermidade e que, por consequência, possa justificar o pedido de reaplicação (a ser feita nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2021). Vale ressaltar que também até um dia antes da aplicação das provas você poderá entrar em contato com a central de atendimento para comunicar sua condição (entretanto a anexação do laudo médico seguirá obrigatória – apenas a ligação não irá bastar).

Segundo o edital, no referido documento deverão se fazer presentes as seguintes informações: 1. Nome completo do candidato; 2. Diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10); 3. E, por fim, a assinatura e a identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

Cuide-se! 

Todos os candidatos e profissionais envolvidos no ENEM deverão fazer uso de máscaras de proteção facial (exceto para os casos previstos na Lei nº 14.019, de 2020). Elas poderão ser retiradas apenas para que os candidatos bebam água e/ou façam lanche na hora da prova, ou mesmo no momento de identificação a ser feita por parte do fiscal (sem haver toque na parte frontal da máscara), devendo haver uma higienização das mãos com álcool em gel logo na sequência.  

Comente!